Mãe de dois

Quando descobri que estava grávida do Francisco foi um misto de emoções. Durante umas horas, a minha vida virou completamente do avesso. Nunca tinha vivido em casal quanto mais começar uma vida nova a 3, mudar de cidade, estar a 310 km de casa e sem ajuda para cuidar de uma criatura tão pequenina (sendo eu mãe de primeira viagem).

O que é certo é que tivemos uma boa adaptação a todas estas mudanças radicais 🙏🏽 e passado uns meses decidimos que estava na hora de ter outro filho.

O facto de estarmos praticamente sozinhos em Lisboa, sem grande ajuda familiar, foi o que mais pesou na decisão de ter duas gravidezes praticamente seguidas. A logística estava criada, era só ter em conta mais uma pessoa.

Passado 20 meses nasceu o Gonçalo. Mais um rapaz (confesso que queria muito – dois putos), e ser mãe dos dois tem sido IN-CRÍ-VEL 🥰

Não vou dizer que todos os dias são perfeitos. Há dias em que me apetece vendê-los num leilão qualquer, mas o amor entre eles os dois deixa-me de tal forma babada que tudo passa 😅

Ninguém falou que seria fácil, só que valeria a pena.

E é bem verdade!!